TRABALHADORES APROVAM O TURNO DE 11 HORAS POR 72% DOS VOTOS